[DOMINGO DA PIPOCA] NÚMERO 23

Direção: Joel Schumacher
Gênero: Suspense
Duração: 98 minutos
Estreia: 23/02/2007
Classificação: três estrelas (mais como esse)
Bom, o “Número 23”, como o próprio nome já diz, fala sobre a história de um homem chamado Walter, que depois de ganhar um livro de presente da mulher começa a ficar paranoico acerca do número 23. À medida que avança na leitura, Walter começa a ter lembranças estranhas e percebe que o número 23 está mais presente na sua vida do que nunca, o que ele não sabe é que... HAHAHAA eu não vou contar!
O “Número 23” é um do filme de suspense legal. Juro que quando o vi pensava que não conseguiria levá-lo a sério por causa do Jim Carrey, que é simplesmente hilário em qualquer coisa que ele faça. Me enganei completamente.

A atuação de Jim é surpreendente e o crescimento da personagem de acordo com a sucessão dos fatos consegue fisgar fácil a atenção de quem está assistindo. O grande atrativo do filme está na figura mítica do número 23. Todas as coincidências que o número gera são geniais e com certeza você não vai deixar de ficar paronoico... Quem sabe o número 23 também não te persegue? (VAI SABER NÉ)

A pergunta que não quer calar: vale a pena ver? E o dinheiro é bem gasto na locadora? Por mim sim, vai na fé, amigo! Se você quer algo que te assuste, passa longe e vai assistir um filme de terror oriental (QUE DIGA-SE DE PASSAGEM VÃO TE DEIXAR BEM MAIS PARANOICO), mas se você quer um suspense mais dramático é uma boa pedida. Vale salientar também que ao contrário da maioria dos filmes, neste o final é bem interessante. CENA FAVORITA: A sequência da “Loira Suicida” é bem interessante e ainda acaba com um bela de uma trollagem. 

Bom pessoal, espero que meu review tenha passado no controle de qualidade de vocês um abraço a todos!!!

Detalhes adicionais que você vai gostar de saber:
- As filmagens do “Número 23″, com Jim Carrey, começaram no dia 23/janeiro/2006. A estréia nos EUA aconteceu no dia 23/fevereiro/2007, enquanto aqui no Brasil rolou um mês depois, no dia 23/março.
- Somadas, as letras dos nomes de Joel Schumacher, diretor do filme, e de Jim Carrey, dão 23.
- Somadas, as letras dos nomes de Virginia Madsen, que fez o papel da mulher de Carrey, e de Jim Carrey, dão 23.
- A pessoal que escreveu este review, nasceu no dia 23 de Agosto.
- O texto que você leu acima, excluindo essas observações, possui exatamente 323 palavras.
- A coluna “Sexta da Pipoca” ao qual este texto pertence tem exatamente 13 letras, e o titulo do blog “Bookólicos” possui 10 letras, ou seja, 13+10 = 23.
Que idiota essa paranoia né?!
- A frase acima que você acabou de ler, possui 23 letras.
Escrito por João Victor Leite

0 comentários: